Feira

As academias e o cenário econômico mundial

“O setor oferece ótimas oportunidades para quem deseja empreender, com a possibilidade de atuar por conta própria ou de abrir uma franquia”, diz palestrante do 2º Fórum de Inovações para Academias.

 

Cada vez mais únicas em suas propostas e múltiplas pela diversidade de modalidades esportivas que abrigam, as academias de ginástica demandam soluções que atendam a requisitos de desempenho e garantam o conforto e a segurança dos atletas, sejam eles amadores ou profissionais.

A propósito, ter um bom plano de negócios para academia é fundamental para conquistar ainda mais clientes e fazer com que o faturamento cresça. No entanto, esse planejamento é aplicado para todo tipo de empreendimento, esteja ele em estágio inicial ou não.

O fato ganha destaque, pois, de acordo com Rodrigo Morgan, sócio e diretor da loja Franquia.com, o cenário de academias no Brasil contempla um crescimento no número de unidades e redes, principalmente, no low cost (baixo custo), gerando bastante oferta para os consumidores.

Segundo a Associação Brasileira de Academias (ACAD), o Brasil conta com 33 mil academias, sendo o segundo maior País engajado nesse mercado, atrás apenas dos Estados Unidos. Ainda conforme o ACAD, são mais de 8 milhões de alunos matriculados, o que gera uma receita de US$ 2,5 bilhões.

“Este crescimento, obviamente impacta os negócios de quem atua no segmento, como um todo, desde os fornecedores de equipamentos até empresas especializadas em treinamento e desenvolvimento de profissionais”, diz Rodrigo.

O especialista, que ministrará a palestra “As academias e o cenário econômico mundial”, no 2º Fórum de Inovações para Academias da Expolazer & Outdoor Living, dia 8 de agosto, às 15h, acredita ainda na importância de se discutir sobre os novos modelos de negócios que têm surgido no Brasil no segmento fitness nos últimos anos.

“O setor oferece ótimas oportunidades para quem deseja empreender, com a possibilidade tanto de atuar por conta própria como de abrir uma franquia, buscando um atalho para o sucesso” destaca.

 

Leia também: Parques aquáticos movimentam mais de 50 setores da economia brasileira

Leia também: Piscinas em vinil, fibra ou concreto estão no mesmo patamar de preferência

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais