Inspirações

Treliça: estrutura imponente para a área de lazer

 

Existem dois tipos de treliças: ferro e madeira. Conheça as diferenças que devem ser levadas em consideração na hora da escolha.

 

Com a proximidade do verão, as áreas de lazer ganham destaque. De acordo com as arquitetas Andreia Hernandes e Pilar Hernandez, do escritório AHPH Arquitetura, a área externa pode ser bastante valorizada pelo uso de treliças estrategicamente posicionadas, que criam um visual charmoso e aconchegante.

Treliças são estruturas formadas por elementos rígidos ligados entre si, com articulações ou nós. É possível trabalhar com dois tipos de materiais para criar treliças: ferro e madeira. Porém, existem diferenças que devem ser levadas em consideração na hora da escolha:

  1. Ferro

Em termos de versatilidade, as de ferro saem na frente, pois são pré-moldadas. No entanto, são mais indicadas para obras comerciais e galpões, tendo em vista que estas são mais pesadas e não são tão bonitas.

  1. Madeira

As de madeira são mais simples de se trabalhar, já que existe uma mão de obra maior disponível para este serviço. É importante se atentar a alguns detalhes como o tamanho da madeira, engrossamento e como elas serão parafusadas. Deste modo, elas podem criar um visual complexo, como uma obra de arte.

 

Leia também: 4 sais de banho para fazer em casa

 

Leia também: 5 vantagens da piscina de fibra

 

Fonte: Primeira Página

 

 

Redes Sociais