Inspirações

3 opções de filtros para a limpeza ideal da piscina

Atenção: ao adquirir, é importante levar em conta fatores como capacidade de filtragem, período de manutenção, potência da bomba, durabilidade da peça e custo de instalação.

 

Também é válido fazer uma pesquisa de mercado para mensurar o custo de cada um, de modo a saber qual cabe no seu cofrinho.

  1. Filtro de areia

Esse modelo é o mais utilizado e exige pouca manutenção durante seu uso. Basicamente, o equipamento conta com um depósito de areia que realiza a tarefa de filtragem. Esse sistema é extremamente durável, podendo chegar até 10 anos de trabalho. No entanto, para garantir uma boa filtragem é recomendado fazer a troca a cada sete anos.

  1. Filtro de cartucho

Já o filtro de cartucho garante vantagens como fácil instalação e limpeza. Seu mecanismo tem como item principal os cartuchos substituíveis e a sua durabilidade está em torno de um ano. Além disso, há a necessidade de fazer limpeza uma vez a cada semana. A desvantagem é que, devido à necessidade de substituição das peças de trabalho, seu custo de manutenção pode ficar um pouco mais caro que os outros sistemas.

  1. Filtro de terra diatomácea

No caso desses filtros, o sistema conta com a ajuda de seres microscópicos fossilizados: as diatomáceas. Elas funcionam como pequenas esponjas que conseguem reter os detritos e sujeiras que são incapazes de serem vistas a olho nu. Esse modelo é bastante recomendado, mas exige um investimento mais alto devido aos processos de instalação dos equipamentos e de sua manutenção.

 

Leia também: Piscinas em concreto x alvenaria: quais são as diferenças?

 

Leia também: 3 dicas para quem quer aquecer a piscina

 

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais