Mercado

Conheça as novidades em matéria-prima para decks

Conheça as novidades em matéria-prima para decks

Entre os novos revestimentos estão o porcelanato, o piso cimentício e o plástico feito com materiais reciclados.

 

Normalmente, nesses locais, utilizam-se réguas de madeiras nobres, previamente tratadas, resistentes a cupins e ao apodrecimento, como é o caso do ipê e da itaúba.

No entanto, a busca por matérias-primas mais resistentes às intempéries - que exigem manutenção menos frequente - associada à procura por soluções mais econômicas e sustentáveis, levou ao desenvolvimento de materiais alternativos para a construção dos decks. Os novos revestimentos são: o porcelanato e o piso cimentício, que imitam a madeira, além do plástico feito a partir de materiais reciclados.

Assentado com argamassa, o porcelanato é um material fino, de aparência sofisticada e fácil manutenção e limpeza, que também pode conter em sua composição uma porcentagem de elementos reciclados.

Já os decks plásticos, instalados por encaixe, como os tradicionais de madeira, se caracterizam por ter em sua composição 70% de serragem de madeira certificada e 30% de resíduos industriais de plástico.

“Esse tipo de produto dispensa manutenção, o que é uma vantagem importante em relação à madeira que, embora tenha beleza imbatível, demanda reparos, em geral a cada ano”, compara a paisagista Mônica Sanches.

Ao selecionar o tipo, a dica é observar as condições do local de aplicação e a intensidade de uso que o ambiente terá. A escolha acaba por se pautar, principalmente, pelo efeito estético que se quer obter e também pelo preço.

Em geral, se estamos falando de um ambiente de pequenas dimensões no qual o usuário passa bastante tempo, vale à pena investir em materiais mais nobres, como a madeira e o porcelanato.

Já nos casos em que a área a ser revestida é muito ampla, a opção pelo deck plástico pode ser a mais indicada, lembrando que esse tipo tende a ser interessante, também, em áreas de churrasqueiras, por ser de fácil limpeza, ou para casas localizadas em regiões litorâneas, expostas à intensa salinidade.

Decks de madeira podem ser encontrados a partir de R$ 250/m², chegando a R$ 600/m², dependendo da madeira escolhida e de particularidades da instalação. Um pouco mais econômico, os de plásticos e os de porcelanato ficam na faixa de R$ 50/m² a R$ 150/m².

No caso do porcelanato é importante considerar que haverá um custo extra de instalação. O serviço deve ser realizado por um por profissional habilitado a fazer assentamento de piso.

 

Leia também: Como escolher a escada ideal para a sua piscina?

Leia também: Brasil terá piscinas com ondas artificiais ainda neste ano

 

Fonte: Primeira Página.

Redes Sociais